Minha Fic: Nosso Mundo!

50 anos atrás, 2047. A humanidade estava ficando escassa pela falta de recursos, como água e comida. Então, vários países se uniram para mudar esta situação, eles se autonomearam “PDH”, que significa literalmente “Projeto de Destruição Humana”. O que eles queriam? Prolongar a vida humana, criar algo que acabasse com o envelhecimento, que curasse todas as doenças, que comida e água não fossem mais necessários comer nem beber. Eles iriam acabar com todos os humanos, mas transplantar a mente dos mesmos para robôs, que se assemelhariam a estes humanos. O primeiro projeto, intitulado 00, teve como cobaia um homem e uma mulher, que foram chamados de Adão e Eva. O projeto foi completamente falho, e pouco tempo depois, esses robôs se rebelaram contra a humanidade e começaram a matar qualquer um que viam pela frente. Eles eram muito resistentes, mas no fim foram derrotados e destruídos. O pior foi que eles levaram cerca de cinco anos para conseguir finalizar o projeto falho, que custou muito dinheiro e tempo. Os próprios humanos começaram a se matar para conseguir alimentos e outras coisas, e muitos deles se tornaram canibais. Leis já não existiam, mas PDH continuava trabalhando para criar este mundo que eles tanto queriam, que chamariam de Utopia.

O projeto 01 então foi iniciado e finalizado em 2060. Este modelo já era bem melhor que o anterior, conseguia se comunicar normalmente e viveu por um bom tempo como humano. Talvez finalmente tivessem encontrado a formula perfeita para a criação desses novos humanos, mas estavam enganados. O Projeto 01 podia sorrir, chorar, tudo que um humano podia sentir, mas estes sentimentos eram completamente falsos, eram apenas programas jogados dentro da mente da pessoa que controlava esse robô. Ao descobrir isso, 01 ficou simplesmente depressivo e se matou. Mais um projeto havia falhado. PDH já não sabia mais o que fazer. A humanidade já havia sido reduzida para menos de 500 milhões de habitantes. O ultimo projeto então foi iniciado, chamado de 02, o escolhido dessa vez era eu, Raimon, e minha irmã, Lisa.
O projeto estava completo, o transplante seria amanhã, ou seja, hoje seria o último dia que poderia viver como um humano real. Eu só fiquei próximo da minha irmã. Não falamos praticamente nada durante o dia inteiro, éramos órfãos. Ficamos vendo a nossa armadura robótica por muito tempo, realmente se parecia comigo, mas aquilo simplesmente não era eu. Chegava até a me assustar, aquela expressão sem vida, o sorriso macabro em seu rosto. O laboratório também era muito estranho, não havia nada além das armaduras na sala onde nós estávamos, mas mesmo assim me sentia mal. Comecei a lembrar daqueles projetos que haviam falhado e comecei a chorar, minha irmã vendo aquilo não conseguiu se conter e chorou também, abraçada a mim.
O dia chegou. Fomos até a sala principal do laboratório. Haviam quatro camas e dois cientistas lá. Duas das camas estavam ocupadas pelas armaduras, e as outras duas eram as que ficaríamos durante a cirurgia. Minha irmã me abraçou e disse no meu ouvido “Nos veremos novamente”. Chorei novamente naquele momento, mas então levantei minha cabeça e fui em direção da cama, eu era o futuro da humanidade, não poderia falhar. Levei a anestesia e então a cirurgia se iniciou.
Abri meus olhos novamente, me sentia normal, apenas era difícil me mover, aquele corpo era diferente, não me sentia muito confortável. Via-me numa sala vazia e completamente branca, a única coisa que conseguia ver lá eram uma câmera no teto e um vidro negro perto a uma porta trancada. Vi uma luz forte vindo daquele vidro, e então vi outra sala, Lisa estava lá. As portas se abriram e então corri para abraçá-la. Senti seu corpo frio e cai para trás, ela sequer se movia, ela falava comigo, sua voz era diferente, percebi então eu aquela não era ela. Gritei, gritei e gritei, mas ela não se movia, sua voz chiava. “O que fizeram com ela?”, “Tragam ela de volta!!” foi o que pude dizer antes de perceber que seu corpo começava a se desfazer, ela ainda com aquele sorriso no rosto começou a dizer “O que é dor? O que é sofrimento? O que é cansaço? O que é vergonha? O que é frio? O que é calor? O que é amor? O que é vida? O que é viver?”. Lágrimas então caíram do meu rosto, aquele sorriso insano então começava a se desfazer junto de tudo mais sobre Lisa. O projeto 02, eu e minha irmã, havíamos falhado? Não. Eu estava ali, o futuro da humanidade, eu, estava vivo e em perfeito estado. Viveria para sempre, meu projeto havia sido efetuado com sucesso, toda a humanidade me copiaria e viveria junto de mim. Mas não era isso que eu queria, eu queria apenas Lisa, queria tocá-la novamente, sorrir e chorar com ela. Então murmurei “O que sou eu?”. Senti meu corpo estremecer e então comecei a sentir uma dor muito forte. Comecei a caminhar levemente para trás, até que cai no chão e tudo se escureceu. Comecei a gritar e então as palavras “DANGER” começaram a aparecer várias vezes naquela imensidão sombria. Meu corpo explodiu junto de tudo mais que havia naquelas duas salas. O fim da humanidade e daquele mundo que chamavam de Utopia havia chegado, os projetos haviam falhado e a humanidade acabaria antes da criação do próximo robô.
O fim da Utopia é onde o Desejo Morto nasce.E então os portões do Novo Milênio são abertos para o futuro.Porque a humanidade ainda pode continuar se eu quiser.Porque ainda estou aqui.

Vivemos num mundo perdido, aonde sequer a luz da lua chega até aqui.Não podemos voltar porque esta foi nossa escolha, o caminho que a humanidade insana tomou.

 

 
Espero que tenham gostado.Até a semana que vem lançarei o segundo capitulo.
Ah sim, a fic foi inspirada numa música!
Comentem!

Bye~

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: